Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
positivosim@gmail.com Sou um cara normal, que contraiu o HIV em uma relação homossexual monogâmica (ao menos da minha parte). O resto vai ser postado aqui nesse blog...
Google
 

sexta-feira, 19 de março de 2010

Susto Seguido de Conforto

Hoje ficaram prontos meus exames!
Tenho que admitir que tomei um baita susto. Percebi que picadas de mosquito e machucados bobos estavam inflamando um pouco e demorando a cicatrizar.
Nessa loucura de mudança, além do estresse de trabalho e dividir o tempo entre milhares de coisas, deixei minha alimentação um pouco de lado.
Meu CD4 está em 20% e 271 mm3. O que é um pouco preocupante.

Minha vontade foi de dormir e tentar esquecer (sono de fuga), mas pensei melhor e resolvi tomar um banho, ir para a academia e tomar vergonha na cara para perder os 12 Kg que ganhei em 2 anos e voltar com uma alimentação bastante saudável e sem exageros, afinal já tive um exame com CD4 em 22%. Minha médica simplesmente pediu um novo exame 1 ou 2 meses depois e ele subiu absurdamente. Então o negócio é "bola pra frente"! No máximo irei iniciar uma leve medicação, que não irá atrapalhar minha vida assim, afinal a medicina evoluiu e muito nessa área.

Descobri um link fantástico que acho que todos interessados na área deveriam visitar, o aidsmap:
Para quem não domina o inglês, basta clicar na opção "Português", do lado direito abaixo do título do site.

De resto, passei na primeira fase para a minha nova pós e na última semana de março farei entrevista para ver se entro, e entratrei! Uma pós que me interessa absurdamente, tanto por motivos particulares, quanto profissionais.

Esse post foi mais um de desabafo.

Abraços a todos!

Voltei editando esse mesmo post!

Definitivamente, há certas coisas que considero essenciais, que não têm preço, que para mim são prioridades financeiras: minha médica! (hoje estou exageranado nas exclamações)

Vinte minutos depois de escrever esse post já estou mais calmo.
Liquei para a minha médica, que tem tudo de bom, menos o preço, e imediatamente me acalmou. Perguntou em quanto estava a minha carga viral, disse que estava ótima e que poderia ser algo apenas passageiro (assim como já ocorreu anteriormente). Motivos não faltam, pois como já disse, essa mudança não foi das mais clamas para mim, e nada como um estresse para diminuir a imunidade.

Na semana que vem tenho consulta e lá pelo dia 20 de abril ou maio (agora esqueci o mês, pois o susto passou) refaço o exame para ver se meu CD4 subiu.

Corrigir a alimentação para ontem, pois como não faço mais as compras nem decido como os alimentos serão preparados, as coisas mudaram. Preciso controlar isso, nem que eu tenha que fazer compras separadas e cozinhar algo diferente das outras pessoas da casa que não se preocupam tanto com o que ingerem... tsc, tsc, tsc....
Fora isso, vou tomar um banho agora e ir para a academia, pois nada como exercício para liberar as toxinas, desestressar e emagrecer!

Em um mês tenho 5 Kg para perder no meu programa atual, de acordo com a minha avaliadora.

Abraços novamente, porém mais calmos.

4 comentários:

Anônimo disse...

Com certeza as pessoas na sua casa concordarão em facilitar sua dieta. Afinal, comer saudavelmente é bom para todos.

Positivo Sim disse...

Agora tenho que lutar contra mim, pois tenho comido muita besteira, apesar de sempre comer o que sei fazer bem também.
:)

Flor disse...

Não entendo nada sobre exames de HIV, mas sei bem o que é levar susto com resultados. Minha última carga viral (HCV) antes de iniciar o tratamento me rendeu muitas lágrimas e muito, MUITO medo. Eu olhava pra minha filha (com um ano na época - 2008) e ficava desesperada pensando que queria acompanhar seu crescimento, não queria morrer.

Não fiquei curada, nem sei se um dia ficarei (por mais otimista que seja, sei que as estatísticas não estão ao meu lado). Mas estou cuidando de mim. E a minha alimentação hoje é questão de honra.

Dá trabalho e custa caro. Além disso, preciso administrar o fato do meu marido não ter a mesma alimentação. Mas hoje já estou tão acostumada, que nem sinto vontade quando ele come chocolate, salgadinho ou refrigerante. Acostumei. E é tão boa essa sensação de comer bem. Há um ano faço acompanhamento com uma nutricionista ótima (apesar de cara), mas vale muito a pena. Ainda tenho uma longa estrada nesse desafio da alimentação, mas chego lá! Boa sorte pra você.

Positivo Sim disse...

Obrigado Flor!
Estou conseguindo voltar a me regrar na minha alimentação. Tenho que esperar ainda um tempo para fazer meu novo exame por conta da vacina H1N1, mas espero que estja tudo bem.
Abraços