Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
positivosim@gmail.com Sou um cara normal, que contraiu o HIV em uma relação homossexual monogâmica (ao menos da minha parte). O resto vai ser postado aqui nesse blog...
Google
 

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Cuidado com Informações

Há algum tempo atrás recebi um convite de parceria de uma instituição para o blog. Confesso que fiquei lisonjeado e um pouco empolgado, afinal era um e-mail, provavelmente padrão, que elogiava o conteúdo, informações e tal. Pensei bastante no assunto e estava a ponto de topar. Contudo, tive que fazer de forma consciente, pois para mim, como está no topo do blog, aqui é um espaço de desabafo, de troca, de ajuda, então fiz questão de visitar os links todos da instituição e ao ler o blog me deparei com o absurdo. Havia um post sobre as formas de transmissão do HIV e em uma delas constava saliva!
Como uma instituição séria pode colocar uma informação errada que apenas pode trazer mais preconceito àqueles que já possuem tamanha carga de preconceito?!
Enviei um post para o blog, que até hoje não foi aceito. Em seguida entrei em contato com o responsável pela parceria (empresa terceirizada) e expliquei o absurdo:
“Só para esclarecer.
Retirado do site do Ministério da Saúde:
Clipping – 05 de dezembro de 2009, sábado
Núcleo de Comunicação/SVS
Contato: (61) 3213-8083 / svs@saude.gov.br
Beijo de rapaz com HIV causa polêmica
O Dia/RJ
Um beijo na boca daqueles dignos de novela tem provocado polêmica. Exibido em horário nobre em um comercial do Ministério da Saúde, o beijo que faz parte da Campanha do Dia Mundial de Combate à Aids é protagonizado por um casal soro discordante. Samir, de 24 anos, tem HIV, e Priscila, 27, não tem o vírus.
Na propaganda, o casal se encontra e legendas dizem que Samir tem o vírus e Priscila não. Depois do beijo, o texto avisa que Samir continua com HIV e Priscila, não. Diretora do Departamento de DST, Aids e hepatites do ministério, Mariângela Simão explica que apesar de a saliva do soropositivo conter HIV, o contágio não é possível através do beijo.
“A reação negativa à propaganda é uma mistura de preconceito e falta de informação.
A concentração do vírus na saliva de um soropositivo não é capaz de infectar outra pessoa mesmo se o beijo for demorado”, explica ela. A informação é confirmada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Mariângela afirma ainda que não há registro de transmissão de HIV pelo beijo.
“Teoricamente, a transmissão seria possível caso uma pessoa tivesse um sangramento abundante na boca e a outra, uma lesão. E ainda assim seria preciso que o infectado tivesse elevada carga viral no organismo.
Mas como ninguém beija ninguém que está com sangramento excessivo, isso não ocorre”, diz Mariângela.
Protagonista da propaganda, o professor Samir Amim tem HIV desde 2005. Ele já viveu relacionamentos sorodiscordantes.
Mas também já enfrentou o preconceito por ter o vírus. “Um casal sorodiscordante é como qualquer outro, mas que precisa ter cuidado e usar preservativo sempre. Assim como um casal que não quer ter filhos”, explica ele.
Como O DIA mostrou esta semana na série “O amor nos Tempos da Aids”, os avanços da ciência possibilitaram a maior expectativa de vida e, nesse contexto, a formação de casais sorodiscordantes não é rara”
 
 
Mais um que achei bacana:
 
 
Acredito que a confusão tenha se dado pelo fato do teste que detecta o HIV na saliva, porém assim como os demais testes sorológicos, detecta os anticorpos contra o vírus, que estarão distribuídos por todos os tecidos e fluidos do corpos e não o vírus em si. Portanto, este novo teste não tem a menor ligação com transmissão do HIV pela saliva.
Tendo dito isso avisei que não poderia divulgar algo que além de não ser verdade apenas traria mais preconceito aos portadores do HIV.
O encarregado, muito educamente, me solicitou o link e nome do post onde a informação se encontrava para que os responsáveis fizessem a revisão. Enviei na terça-feira e até hoje, quinta à noite, além de não constar o meu post, a informação continua lá, sendo divulgada para todas as pessoas que acessam o site, de forma a espalhar mais preconceito e creio eu que até mesmo pânico, afinal se a informação fosse correta festas, boates ou quaisquer locais onde um beijo é algo mais do que esperado se tornariam “berços de dispersão de HIV”.
Espero que a instituição conserte a confusão o quanto antes, pois muitas são as pessoas que consideram a Internet como fonte confiável de informação.

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá, vc poderia disponibilizar seu email para contato? Gostaria de conversar. Abraços.

Positivo Sim disse...

Desculpa a demora. Meu email é positivosim@gmail.com
Abraços

Anônimo disse...

ola,conheci uma pessoa e estou gostando muito,hoje mesmo ele me revelou que era soropositivo, ele sentiu receios,em me contar, mas como eu tou passando problemas e foi necessario o quanto antes me mudar pra casa dele, preferiu se abrir comigo, nao sou preconceituosa,alem de q eu o amo,só nao sei como lidar com issio,dai entrei no google pra entender e achei seu blog, achei interessante, e informações sempre baseadas em dados corretos, por isso queria entender um pouco mais, ele deixou em minhas maos a questao de estar ou nao com ele, claro q nao vou deixa-lo ele disse q nao falou antes porque queria ver o melhor momento e saber como me dar essa noticia, reaji calmamente, mas nao sei como agir mediante a um fato novo q nunca me vi passando, mas h eu tenho alguem assim perto de mim,mais estou disposta está ao lado dele,mais é sempre bom conversar com quem passa pra ate tirarmos de nossas cabeças preconceitos bobos.

Positivo Sim disse...

Sugiro vocês irem juntos à um bom infectologista para sanar as dúvidas.
Parabéns por ser dessa forma e tudo de bom para vocês.
Grande abraço