Quem sou eu

Minha foto
Rio de Janeiro, RJ, Brazil
positivosim@gmail.com Sou um cara normal, que contraiu o HIV em uma relação homossexual monogâmica (ao menos da minha parte). O resto vai ser postado aqui nesse blog...
Google
 

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Início do Tratamento

E após tanto tempo iniciei o meu tratamento. São 3 remedinhos que tomo apenas uma vez ao dia (Efavirenz, Viread e Tenofovir).

Minhas únicas restrições são: cápsulas de alho, ginseng, dormonid (midazolan), equinácea e hipérico (erva de são joão), pois os 3 primeiros atrapalham a absorção dos medicamentos e os 2 últimos não devem ser tomados por ninguém com HIV, pois pioram a situação ao invés de ajudar a imunidade em pacientes soropositivos.

Felizmente não tive nenhum efeito colateral e minha carga viral já está indetectável. A taxa de CD4 subiu já o suficiente para que eu tomasse a vacina de febre amarela (vírus vivo, não dá pra tomar se estiver abaixo de 4000 mm3), afinal dura 10 anos e se pintar uma viagem já estou imunizado.

Efeitos colaterais: NENHUM!!!!!

Meu único estresse continua na área profissional, que anda difícil de desenrolar, mas ao menos agora existem duas perspectivas de trabalho e tem pintado umas consultorias.

É impressionante como essa é uma área que me desestrutura completamente. Sou meio workaholic, e a disciplina de sair de casa num determinado horário (ainda que saindo mais cedo e voltando mais tarde quando é muito trabalho) me dá uma dose extra de energia. Por mais que teria menos tempo, ele rende mais e as coisas todas vão se encaixando.

Um grande abraço a todos.

5 comentários:

Floripa_colibri disse...

Olá. Conheci hoje seu blog, meu companheiro foi quem achou e me apresentou. Moro em Florianópolis, tenho 33 anos, e soube que estava infectado no inicio de agosto. Desde abril começaram a aparecer gânglios aumentados no meu corpo, dores por todo o corpo e um forte cansaço. Ai fiz o exame e deu positivo. Nos primeiros exames a carga viral deu muito alta, e os CD4 baixos, 320mm3. Mas o infecto não quis medicar. Comecei a fazer um tratamento dentro da medicina chinesa e um tratamento espiritual. Nos útimos exames, a carga viral tinha reduzido mais de 70% e os CD4 aumentando. Voltei no infecto e ele só pediu para me ver só em Março de 2012, e disse que meu organismo estava lutando contra a infecção. Quando soube do HIV, algo dentro de mim já dizia que eu estava infectado. Mas tinha medo que isso viesse a ser realidade. Só tive coragem de pedir ao médico que fizesse o exame quando meu companheiro disse que estaria comigo em qualquer que fosse a situação. Meu maior medo era perdê-lo, e tê-lo contaminado. Mas, como a amor de Deus é imenso, nem perdi a pessoa que amo nem o contaminei. Nossa relação está muito melhor. Nossa relação sexual continua igual, o que muda é que há a proteção do preservativo constante. No início foi muito difícil assimilar. Hoje tem horas que ainda pega, mas ai consigo me desconectar da doença, ou seja, que não sou ela, e tudo fica tranquilo. Contudo tem sido um maravilhoso aprendizado. Busco sim a minha cura, para minha alma e para meu corpo físico. E nas minhas orações sempre peço por todos os infectados pelo HIV, que não deixem que a doença tome conta de suas vidas, e sim percebam a grande oportunidade que lhes foi dada. Aos que leiam esse meu comentário, gostaria de dizer que a homeopatia e a medicina chinesa são fabulosas ferramentas no tratamento da HIV.

Anônimo disse...

Tudo vai dar certo.
Tinha ficado preocupado com o seu sumiço, mas legal que postou.

Fazi tempo que não entrava no seu blog (que está nos meus favoritos), fiquei feliz de ver um post de novembro.

Ótimo ano novo.
Abração

Anônimo disse...

e quando à indisposição durante o trabalho, deve ser atormentador...

Anônimo disse...

Gostei de vc positivo ...animo um grande abraço apertado como diz minhas filhas nao positivo!
Deus seja louvado.

Positivo Sim disse...

Muito obrigado a todos!
Não sinto nenhum efeito colateral dos remédios, que tomo apenas uma vez ao dia.
A vida continua normal!
Grande abraço